Páginas

Seja um seguidor e receba nosso axé

Pesquisar assuntos deste blog

Leia também neste site

terça-feira, 24 de novembro de 2009

A Divina Mediadora Vovó Maria Conga



A Divina Mediadora

"A luz da verdadeira religiosidade provisoriamente está compartimentada na Terra. Iludem-se os filhos pelo falso brilho e se consideram "salvos", aprisionados nas religiões que praticam. Isso não é muito diferente das mariposas que eram atraídas cegamente pela luminosidade das lamparinas nas varandas da casa do sinhô. Facilmente se afogavam no azeite ou caiam ao solo pela oleosidade que paralisava suas delicadas asas, sendo rapidamente devoradas pelos répteis rastejantes na noite que encobria-nos, escravos exaustos.
Saibam que no passado de grande opressão aos cultos ancestrais, essa preta velha, tristemente, ficava sentada na entrada da senzala. Ao fundo escutava gemidos de dores pelas chibatadas nos dorsos nus dos negros "preguiçosos". Refletia que se não houvesse perseguições religiosas e se cada um dos manos brancos procurassem o caminho mais desejável para apaziguar a índole espiritual oprimida que os afligia - não somente quando seus filhos ou else mesmos adoeciam, ocasiões que sem jeito às escondidas e com pouca modéstia se achegavam pedindo a cura aos intermediários dos Orixás -, não haveria tanto conflito até os dias de hoje.
A escada que leva ao Pai não é feita de um único degrau, mas da união de todos, que devem ser transpostos para se chegar ao topo, à porta de entrada da libertação dos sofrimentos impostos pelo esmeril das vidas físicas sucessivas.
As religiões, as doutrinas, as crenças, os cultos e os ritos; as raças, os sexos, os idiomas, as riquezas e as pobrezas; a saúde e as doenças; as alegrias e as dores; todas as diferenças psíquicas e biológicas, as peculiaridades características das formas que animam as personalidades mortais, nada mais são que ilusórios degraus que devem ser superados a caminho da real escada evolutiva do espírito imortal.
A Umbanda passa ao longe de se mostrar como o único caminho ou mais um tratado doutrinário definitivo. Serve como mediadora na Terra para auxiliar os que buscam a união com o Divino. É sua missão ser instrumento iluminativo e despertar o Cristo interno, mostrando que está dentro de cada um dos filhos encontrar o caminho, a verdade e a vida. Molda-se à diversidade das consciências e é ativa e dinâmica em sua parte visível terrena, estável e firme no espaço oculto. Nessa abençoada mistura todos estão evoluindo.
Graças a Oxalá, a Umbanda não é mais uma lamparina que afoga e imobiliza aos que buscam a iluminação espiritual."

Vovó Maria Conga.

Obs. A Divina Mediadora é um livro de Roger Feraudy

Axé a todos
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não somos donos da verdade, mas sim contribuintes a boa divulgação dos ensinamentos da Umbanda, caso tenha algo para acrescentar ou corrigir envie para nós.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Leia o Blog e Ouça este lindo Hino dos Orixás

Histórias dos Mestres

Aqui nosso E Mail mande sugestôes - espadadeogum@gmail.com

Pai Oxalá

Jesus

Conselheiros dos Guerreiros do Axé

Conselheiros dos Guerreiros do Axé
Pai Leonardo e Pai Emidio de Ogum

Rubens Saraceni e Leo das Pedreiras

Rubens Saraceni e Leo das Pedreiras
Pai Leo das Pedreiras

Eterno Mestre

Eterno Mestre
Este senhor ensinou a humildade e nunca usar um dom para ganhar algo em troca.

Mais de 10 milhões de Visitantes - Que nosso Pai Ogum ilumine seus caminhos

Pomba Gira

Oração de São Francisco por Maria Bethania

São Francisco

Oração a São Francisco