Páginas

Seja um seguidor e receba nosso axé

Pesquisar assuntos deste blog

Leia também neste site

sábado, 28 de novembro de 2009

Vibrações Espirituais através das cores



Vibrações através das cores

Temos, como ponto de partida, as cores afins às Vibrações Ancestrais adotadas por vários segmentos:

Vibração

Cores

Orixalá
Branca, Ouro

Ogum
Laranja, Vermelha

Oxossi
Azul, Verde

Xangô
Verde, Marron

Yorimá
Violeta, Branca e Preta, Preta e Vermelha

Yori
Vermelha, Rosa, Azul Claro

Yemanjá
Amarela, Azul claro, Prata

Entretanto, observando o detalhe da cor branca que representa para muitos a Vibração Ancestral de Orixalá ou Oxalá, pergunta-se: Por que a cor branca representa uma das Vibrações se ela naturalmente é o conjunto de todas as cores? O branco não representaria o Ser Uno?
Em 1665, quando Isaac Newton tinha 23 anos, para fugir do contágio da peste que se espalhava pela Europa, passou um ano e meio no campo, onde se dedicou ao estudo e à pesquisa . Um de seus estudos foi sobre a luz e as cores. Numa de suas experiências com alguns prismas, lentes e da luz do sol, percebeu que a luz, depois de passar por um prisma, projetava sobre a parede oposta uma mancha alongada, com as cores distribuídas do vermelho ao violeta. "Foi muito agradável", escreveu ele, "observar as cores vivas e intensas, mas logo tratei de examiná-las com cuidado". Ele concluiu que a luz branca do sol é composta de luzes de todas as cores visíveis e que o prisma faz é, simplesmente, separar essas componentes.


Para testar essa idéia, fez a luz espalhada pelo primeiro prisma incidir sobre outro prisma, colocado na posição invertida. Bingo! O segundo prisma juntou de novo as luzes componentes e a luz branca ressurgiu no outro lado. Para ter certeza de sua interpretação, Newton fez uma experiência: incidiu a luz dispersada sobre um cartão com um pequeno furo. Ajustando a posição do furo deixou passar só uma componente, a verde, por exemplo. Fez esse feixe incidir sobre o segundo prisma e não observou nenhuma decomposição a mais. O feixe se desviava mas continuava da mesma cor.
Com essas e outras observações, Newton demonstrou que a luz branca do sol é uma mistura de luzes com as cores visíveis. Cada cor sofre um desvio diferente pelo prisma. Tecnicamente, diz-se que a luz violeta é mais refringente que a vermelha, pois se desvia mais. Ou, em outros termos, o índice de refração da componente violeta é maior que o índice de refração da componente vermelha.
Durante toda sua vida Newton acreditou que a luz era feita de partículas emitidas pelos corpos luminosos. Cores diferentes corresponderiam a partículas diferentes. No ar, todas as partículas teriam a mesma velocidade mas, entrando no prisma de vidro, a velocidade seria diferente para cada cor. Isso causaria o desvio diferente das componentes da luz.
Outros cientistas, como Christian Huyghens (pronuncia-se "róiguens"), diziam que a luz era formada de ondas, cada cor tendo um comprimento de onda diferente. Hoje sabemos que Huyghens chegou a uma conclusão mais correta. Mas, para ser justo com Newton, lembra-se que ele dizia que não "fazia hipóteses sobre a natureza da luz, apenas observava seu comportamento".
A faixa colorida obtida por Newton quando separou as cores da luz do Sol com um prisma é chamada de "espectro da luz solar". O espectro de uma luz é a separação das cores componentes dessa luz. Essa separação, ou dispersão, pode ser obtida com um prisma.
O espectro da luz do Sol, dita "branca", é um contínuo com todas as cores visíveis. Hoje sabemos que essas componentes têm comprimentos de onda que vão desde 4000 Ångstroms (violeta) até 7500 Ångstroms (vermelho).

Podemos, no entanto, estudar as cores através da física propondo uma teoria conhecida como teoria das cores. Assim surge a colorimetria como ciência da medição das cores. A palavra "cor" é empregada para referir-se à sensação consciente de um observador cuja retina se acha estimulada por energia radiante. As cores se classificam em Cores Primárias: A teoria das cores diz que por meio de cores básicas, ou primárias, qualquer cor pode ser formada. Essas cores o amarelo, vermelho e azul; Cores Secundárias: Se se misturarem duas cores primárias obter-se-á uma cor secundária: Amarelo + Azul = Verde ; Azul + Vermelho = Violeta; e, Vermelho + Amarelo = Laranja; E, Cores Terciárias: Se se misturar uma cor primária com uma secundária correspondente, isto é, que a contenha, o resultado será uma cor terciária ou intermediária. Por exemplo, a combinação de amarelo com alaranjado.

Considerando a observação da natureza, tomando-se por base o espectro solar, analisando a sua composição e relação com os Astros Celestes, poderemos, para melhor eficácia e eficiência de associações das cores, identificar as Vibrações Ancestrais e alguns detalhes até então ocultos. E, não se pode esquecer da máxima de Hermes Trimegisto: "O que está embaixo é como o que está no alto, e o que está no alto é como o que está embaixo, no milagre de uma só coisa."
Da mesma forma, a uma associação com os planetas:

Axé a todos
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não somos donos da verdade, mas sim contribuintes a boa divulgação dos ensinamentos da Umbanda, caso tenha algo para acrescentar ou corrigir envie para nós.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Leia o Blog e Ouça este lindo Hino dos Orixás

Histórias dos Mestres

Aqui nosso E Mail mande sugestôes - espadadeogum@gmail.com

Pai Oxalá

Jesus

Conselheiros dos Guerreiros do Axé

Conselheiros dos Guerreiros do Axé
Pai Leonardo e Pai Emidio de Ogum

Rubens Saraceni e Leo das Pedreiras

Rubens Saraceni e Leo das Pedreiras
Pai Leo das Pedreiras

Eterno Mestre

Eterno Mestre
Este senhor ensinou a humildade e nunca usar um dom para ganhar algo em troca.

Mais de 10 milhões de Visitantes - Que nosso Pai Ogum ilumine seus caminhos

Pomba Gira

Oração de São Francisco por Maria Bethania

São Francisco

Oração a São Francisco