Páginas

Seja um seguidor e receba nosso axé

Pesquisar assuntos deste blog

Leia também neste site

domingo, 20 de dezembro de 2009

Significado dos nomes indíginas



A criança indígena, quando dentro do contexto cultural histórico, em que vivia, em sua ancestralidade, costumava ter seu nome, intuído pelo Pajé. Os nomes eram escolhidos entre os reinos animal, mineral e vegetal. Essa revelação ocorria, na hora em que a criança nascia, e todos os eventos que circundavam aquele momento, poderiam ser interpretados como indicadores do nome, e inclusive, do destino que poderia ter a criança. Mas após o ritual de passagem, da dolescência, onde o jovem teria que realizar algumas tarefas , que variavam um pouco, entre as tribos, como matar um inimigo, por exemplo, ele obtinha o direito de agregar mais nomes ao seu nome de nascimento. Esses nomes posteriores , também deveriam obedecer critérios circuntanciais que envolviam os fatos e os feitos do bravo guerreiro e serem provados ou sugeridos pelo pajé.
Assim, quanto mais feitos de bravura, mais honra, e consequentemente, mais nomes,

Abaixo alguns exemplos de nomes indígenas:


NOME SIGNIFICADO

Abá criatura, pessoa, família, tribo, nação

Abaeté homem, pessoa, família ou tribo honrada
Abana cabelo forte
Abaré companheiro do homem
Abati cabelos dourados
Abaé outra pessoa
Acauã grande ave de rapina
Aci mãe, matriarca
Acira quela que corta
Aimara vegetação
Aimberê rijo, inflexível, forte
Airetama colméia
Airumã estrela
Airy palmeira
Aisó formosa
Aiyra filha
Ajaguanã guerreiro forte
Ajira sobrinha
Ajuricaba muito irritável, agrupamento de marimbondos
Amana água que vem do céu
Amanacy mãe da chuva
Amanara dia de chuva
Amanayara senhora da chuva
Amandy dia de muita chuva
Anahi bela flor do céu
Anajá grande palmeira
Anajé espécie de gavião
Anami nome de árvore
Anauá árvore de flor
Aneci graciosa
Andirá morcego
Antã viril
Apiúna pintado de preto
Apoema aquele que vai mais longe
Apuã monte, montanha
Apuana aquele que corre
Aquira gomo de vegetais
Arabi lindas lágrimas
Aracaê pássaro briguento
Aracema bando de papagaios
Araci aquela que é doce como mel
Araci a mãe do dia, a aurora
Araciara ave que se alimenta do mel
Aracunda papagaio forte
Aracê despontar
Araguaci pássaro bonito
Araguarino rio dos papagaios
Arajuba mel dourado
Arani mal tempo
Araponga pássaro grande
Arapuã tipo de abelha
Araquem pássaro que dorme
Arari espécie de arara amarela
Araribóia espécie de cobra 
Araripe água dos papagaios
Araruna espécie de pássaro preto
Ararê amigo dos papagaios
Aratama cheio de papagaios
Arati ao amanhecer
Araí riacho doce
Araíba mau tempo ou tempestade
Araípe dentro do riacho doce
Aricema o broto da palma
Arinhã galinha
Arinos tribo
Aruana sentinela
Atiara um fio de luz
Atibá espécie de pomar, muitas árvores de frutas
Atibaia ave sã
Avaré homem amigo
Avati ser encantado da mitologia guarani
Açucena singela e branca flor
Bambuí rio dos bambus
Bartira planta com flores coloridas
Bocaiuva palmeira
Boyrá objeto precioso
Brenho mata fechada
Bretã ligeiro com peixe
Buriti árvore da vida
Cabuçu vespa grande
Caeté mata frondosa
Cairu árvore de folhas escuras
Caiubi folha colorida
Caiuá aquele que mora no mato
Cajaty grande árvore
Camapuã colina
Cambuci vaso de água
Cmbuquira arbusto
Camby leite materno
Cambyçara aquele que alimenta
Camocim vaso com água
Camury peixe robalo
Canará cana de açúcar
Canindé arara azul
Canirim broto de flor
Capotira flor do mato
Caramuru homem do fogo
Carioca casa de homem branco
Caturama boa sorte
Cauã gavião
Cauê homem sábio e bom~
Cayari riacho dos cajás
Caápua aquele que mora no mato
Ceci mãe do pranto
Coari mãe do dia
Diarum onça preta
Ednaré ser mitológico
Eirapuã estrela
Enarê deus dos rios
Endi pessoa luminosa
EREÍMA NÃO POSSUÍ NOME
Eçaí aquela que gosta de festas
Eçaiara aquela que foi esquecida
Eçaúna olhos escuros
Grajaú homem poderoso
Guacira aquela que corta
Guapira onde o vale começa
Guaraçema fuga das garças
Guaratinga garça clara
Guaraúna garça escura
Guaçu grande
Gurinhém cantar de pássaros
Iaceê aquele que lê os pensamentos
Iacina borboleta com asas douradas
Iamana flauta
Iandara metade do dia
Iara mãe da água
Iataí tipo de abelha
Ibacém fruta doce
Ibarama pomar
Ibaretama o céu
Iberaba o brilho da água
Ibiacema montanha de terra
Ibiaci bondosa terra
Ibiama a vertente do rio
Ibiara cerra das araras
Ibiajara senhor do planalto, cavaleiro do planalto
Ibirajá planta que da frutos
Ibiúna terra escura
Ibotira flor delicada
Ibotirama local de flores
Ierê movimento das ondas
Igapi chuva miúda
Iguaba fonte de água potável
Iguatemi rio ondulante
Iguaçu muita água
Inaiê águia solitária
Inema água parada
Ipanema impraticável, imprestável
Ipoema pássaro do pântano
Ipojuca pântano
Ipupiara deus raivoso das águas
Ipuã ilha
Iracema nascida do mel
Iraci abelha rainha
Iramaia mãe do mel
Irani rio de mel
Irapuã colméia
Iraputã mel vermelho
Iratama muitas abelhas
Irati cêra de abelha
Iraê gosto de mel
Itajuí riacho onde se encontra ouro
Itambé pedra pontuda
Itagi machado de pedra
Itanema cobre
Itapema pedra
Itaperuna pequena aldeia no meio da floresta
Itapoã pedra redonda
Itatiba pedreira
Itaú rio das pedras
Itaúna pedra preta
Ivair rio das flechas
Ivaí rio de frutos
Iúna rio escuro
Jabotão árvore de tronco preto
Jaci lua
Jaciaba cabelos de lua, raios de luar
Jaciara nascer da lua, luar
Jacicoê madrugada
Jaciema movimento da lua
Jaciendi o reflexo da lua
Jacimar lua boa para a guerra
Jacobina espécie de árvore
Janaína rainha da família
Jandaia papagaio
Jandira aquela que gosta de mel
Japira espécie de árvore
Jari riacho cercado por frutos
Jarina espécie de palmeira
Jacara espécie de palmeira
Jupi planta com espinhos
Jupira qualquer planta comestível
Juraci aquela que fala o bem
Jurandir trazido pela luz do céu
Jurandira sabor de mel nos lábios
Jurecê aquela que faz o bem
Jurema planta com espinhos
Jussara espécie de palmeira
Kaluanã guerreiro
Kanauã dançarino
Kaolin bela jovem
Kerexu luz crescente
Kuana doce perfume
Kumari comadre
Laciara espelho da lua
Lacirandy luar
Magé feiticeiro
Maiara a sábia
Mairarê o amanhã
Majuí andorinha
Manacá espécie de flor
Maraneíma donzela, vírgem
Marani o que provoca rixas
Maraíra pessoa que aprecia mel
Marã aquele que resolve
Mauá aquele que é elevado
Mira pessoa
Moacir o que faz sofrer
Moama aquele que faz armadilhas
Moara aquela que auxilia no parto
Naara pessoa jovem, vivaz, astuta
Nadi mãe biológica, progenitora
Neputira campo florido
Obajara aquele que luta contra
Obiru folha seca
Opira aquele que cuida 
Oribá aquele que é alegre
Pacaembu riacho das pacas
Paquetá rio cheio de pacas
Paracambi encontro de rios
Paraguaçu mar imenso
Paranaguá enseada do grande rio
Paraopeba rio das águas rasas
Parati mar branco
Pavuna lagoa de águas turvas
Peri espécie de planta, esteira
Piatã pedra dura
Pindara aquele que pesca
Piraju peixe dourado
Pirajá local onde se prepara os peixes
Pitangui rio das crianças
Pocema brado de guerra
Poguira proteger
Poranga beleza
Porã aquele que possui beleza
Potira espécie de planta
Quraciema nascer do sol
Quaraçã luz do sol
Raoni chefe, grande guerreiro
Raíra homem
Sabará pedra reluzente
Sami aquele que tem o olhar inquieto
Sucupira espécie de árvore
TABAJARA O SENHOR DA NOSSA ALDEIA
Taciatã sofrer
Taciguara aquele que come formigas
Tacira arma cortante
Taiguara aquele que foi libertado
Tainá estrela
Tainaçã estrela da tarde
Tamandaré aquele que foi fundador de um povoado
Tapira mamífero
Tapiraçá aquele que tem olhos de anta
Tecoara alegria
Tecobiara aquele que foi substituído
Teça aquele que tem olhos atentos
Tibiriça sentinela da serra
Toriba felicidade
Tupã Grande Pai, progenitor
Ubaúna embarcação pequena
Uberaba água cristalina
Ubiraci árvore com boa madeira
Ubirajara senhor da lança, aquele que faz lanças
Ubiratã árvore de madeira dura, boa para fazer lanças
Upiara o que luta contra mal
Upira alimento
Ururaí rio dos lagartos
Viatã flecha rija
Vivá forte como a natureza
Yakecan o som do céu

Como cada região territorial, tem sua geografia, fauna e flora peculiares, os nomes variavam em função do ambiente em que vivia cada tribo.


Salve todos Irmãos de Fé
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não somos donos da verdade, mas sim contribuintes a boa divulgação dos ensinamentos da Umbanda, caso tenha algo para acrescentar ou corrigir envie para nós.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Leia o Blog e Ouça este lindo Hino dos Orixás

Histórias dos Mestres

Aqui nosso E Mail mande sugestôes - espadadeogum@gmail.com

Pai Oxalá

Jesus

Conselheiros dos Guerreiros do Axé

Conselheiros dos Guerreiros do Axé
Pai Leonardo e Pai Emidio de Ogum

Rubens Saraceni e Leo das Pedreiras

Rubens Saraceni e Leo das Pedreiras
Pai Leo das Pedreiras

Eterno Mestre

Eterno Mestre
Este senhor ensinou a humildade e nunca usar um dom para ganhar algo em troca.

Mais de 10 milhões de Visitantes - Que nosso Pai Ogum ilumine seus caminhos

Pomba Gira

Oração de São Francisco por Maria Bethania

São Francisco

Oração a São Francisco