Páginas

Seja um seguidor e receba nosso axé

Pesquisar assuntos deste blog

Leia também neste site

sábado, 29 de maio de 2010

Boiadeiros da Umbanda



Os Boiadeiros são tidos na Umbanda como Espíritos de vaqueiros, trabalhadores rurais, filhos geralmente de brancos e índios (mestiços), que formavam a grande massa da população brasileira. Alcançaram a condição de Guias Espirituais graças as suas vastas experiências de vida. Trabalham nos Terreiros nas funções de guardiões contra as demandas e interferência de Quiumbas (Espíritos trevosos), os quais tratam com alto rigor e austeridade. O mesmo comportamento não se nota quando nas suas incorporações ao lidar com os filhos de fé; em relação a estes, procuram sempre trazer muita alegria e descontração, e, desta forma, fazem seu trabalho de descarga e limpeza material e espiritual.
         É uma linha poderosa e muito numerosa no panteão umbandista. Atuam nas Sete Linhas da Umbanda na defesa dos axés e fundamentos das Casas de Santo.
         As Giras feitas em louvor a estas entidades têm uma alegria e vigor, típicos da energia que trazem para os Terreiros. Gostam de dançar, beber e fumar charutos ou cigarros de palha. Não há dúvidas de que tudo isto é a exteriorização cultural de um mundo alegre e farto, seja material ou espiritual. Esta alegria presente nas danças e pontos cantados e nas suas oferendas, são a demonstração de uma segurança na fartura espiritual do mundo do qual procedem.
         O símbolo dos Boiadeiros é o laço e o chicote. Quando incorporados gostam de usar chapéu de vaqueiro e gibão, caracterizando desta forma a espontaneidade dos homens simples do sertão.
         Sua saudação é Jetuá!

Oferendas:

MOCOTÓ DE BOIADEIRO

         Ingredientes: 1 mocotó cortado, 8 dentes de alho socados, 2 cebolas picadas,pimenta malagueta à gosto, sal, 4 folhas grandes de louro, 2 colheres de sopa de azeite de oliva , 1 colher de sopa de azeite de dendê, 4 colheres de sopa  1 pimentão pequeno picado, 4 tomates grandes sem casca e semente, picados, salsinha à gosto.
         Modo de preparar: Escalde o mocotó com água, sal e folhas de louro; reserve 2 conchas do escalde, o restante da água jogue fora. Doure um pouco o alho, acrescente o mocotó e o restante dos temperos. Acrescente as 2 conchas do escalde e mais água para o cozimento. Deixe cozinhar por 1 hora. Sirva em alguidar com farofa.

FAROFA DE BOIADEIRO

         Ingredientes: 1 quilo de farinha, 1 molhe de couve picada à mineira, ½ quilo de toucinho de fumeiro salgado( deixar de molho por 12 horas para retirar o excesso de sal) ou bacon, 3 dentes de alho e 1 cebola picada.
         Modo de preparar: Pique o toucinho e coloque-o para fritar até liberar bastante gordura. Frite o alho e a cebola. Acrescente a farinha e por último a couve.
         Sirva com meladinha (cachaça com mel), vinho ou a bebida preferida do seu Boiadeiro.
         Esta oferenda pode ser entregue num a porteira, do lado direito de quem entra. Ou embaixo de uma árvore.

Geralmente os pedidos direcionados a esta Entidade são para conseguir pagar ou receber dívidas em atraso. Emprego. Comprar ou vender imóveis.



Paz Amor e Harmonia
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não somos donos da verdade, mas sim contribuintes a boa divulgação dos ensinamentos da Umbanda, caso tenha algo para acrescentar ou corrigir envie para nós.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Leia o Blog e Ouça este lindo Hino dos Orixás

Histórias dos Mestres

Aqui nosso E Mail mande sugestôes - espadadeogum@gmail.com

Pai Oxalá

Jesus

Conselheiros dos Guerreiros do Axé

Conselheiros dos Guerreiros do Axé
Pai Leonardo e Pai Emidio de Ogum

Rubens Saraceni e Leo das Pedreiras

Rubens Saraceni e Leo das Pedreiras
Pai Leo das Pedreiras

Eterno Mestre

Eterno Mestre
Este senhor ensinou a humildade e nunca usar um dom para ganhar algo em troca.

Mais de 10 milhões de Visitantes - Que nosso Pai Ogum ilumine seus caminhos

Pomba Gira

Oração de São Francisco por Maria Bethania

São Francisco

Oração a São Francisco