Páginas

Seja um seguidor e receba nosso axé

Pesquisar assuntos deste blog

Leia também neste site

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Xangô na justiça

Photobucket





Dizem que Xangô mora nas pedreiras.
Mas não é lá, sua morada verdadeira.
Xangô mora numa cidade de luz,
Onde mora Santa Bárbara Oxumaré e Jesus.


Xangooooooooo m
eu pai, deixa essa pedreira aíiiiiiii}bis
a umbanda está lhe chamando deixa essa pedreira aí}bis


No alto daquela pedreira,
Tem um livro que é de Xangô.
Caô, Caô, Caô Cabecilê de Xangô.

Xangô morreu com a idade.
Morreu, sentado em uma pedra.
Ele escreveu a justiça,
Quem deve paga, quem merece recebe,
êh Xangô.


Xangô mora na pedra lisa,
Seu agodô, mora na ventania.
Xangô mora na pedra lisa,
Seu agodô, mora na ventania.
Salve a coroa de santo é o maior,
É de Pai Xangô, caô é de agomi
É de a caô.


Ele vem de Aruanda,
Ele vem trabalhar,
Ele vence demanda,
Ele é seu Arirá.
Caô, Caô, Caô, Caô
A Justiça chegou,
Xangô.


Quem rola as pedras na pedreiras é Xangô!
Quem rola as pedras na pedreiras é Xangô!
Xangô, Xangô, Xangô, Xangô!

Bem lá no alto daquela pedreiras,
Sete Montanhas seu Pai ordenou
Seu Rompe Pedras Xangô Kaô
Firma seu ponto e salve os filhos teus,
Xangô é amor e também é justiça
Lá nas pedreira demanda venceu
Seu Rompe Pedras Xangô Kaô
Firma seu ponto e salve os filhos teus.


Meu pai xangô
Ajude seu filho a vencer
eu peço meu pai malei-me senhor
Kaô, kaô, kaô
E quando a lua brilha xangô
iluminando a terra kaô
os passarinhos cantam
ao som da primavera de meu pai xangô
é o aganju de forças xangô
com sua balança kaô
seu filhos trabalhando
com muita alegria pro meu pai xangô


Estava dormindo lá alto da pedreira, estava dormindo lá no alto da pedreira, só acordei com o eco dos seus filhos(bis)
Sou eu meu pai sou eu filho de Umbanda, sou eu meu pai, sou eu Xangô menino(bis)


Sentado na pedreira de Xangô, eu fiz um juramento até o fim, se um dia eu não quiser, a fé que ele me der, que caia essa pedreira sobre mim(bis)


Giro olha sua banda, giro olha seu congá…aonde o rouxinol cantava, a pedra que Xangô morava….se ele é filho da cobra coral(bis) Kaô….


Afirma o ponto na machada de Xangô é Xangô, é Xangô Cabecilê o seu grito é muito forte, seu machado tem bom corte, seu leão veio das matas, ele é Xangô.


Jurema, cabocla flecheira, cabocla guerreira, filha de Xangô o terreiro todo se ilumina porque junto contigo a sua falange chegou Jurema, filha de um trovão, um raio, um clarão que ilumina a pedreira por seres filha de Xangô lutas pela justiça e por isso és guerreira.


Xangô Oiá, eu quero, eu quero esse Xangô Oiá, eu quero, eu quero esse saravá Xangô, saravá Caô saravá Oiá e amadê de orixá.

Xangô jogou pedra em meu caminho mas não era para eu pisar
Das águas que Xangô jogou eu vi meu sonho se realizar
Pedra sobre pedra
consegui fazer a gruta de meu Pai Oxalá
Pedra sobre pedra
consegui fazer a gruta de Xangô Ayrá.


Salve Sete Pedreiras, saravá meu pai Xangô
Ele é dono da justiça , a bênção meu Pai, agô.
Caô Caô Caô meu pai lé lé lé
Meu pai rei da Umbanda e do Candomblé
Salve Xangô na pedreira, salve a faísca do trovão
Salve a pena dourada, salve a força do leão
Salve o céu e salve a terra, salve meu pai Oxalá
Salve a força do machado do meu pai Xangô Ayrá.


Ele vem de aruanda
Ele vem trabalhar
Ele vence demanda
É Xangô Ayrá
Kaô, kaô – bis
A justiça chegou, Xangô


Se Xango e meu pai,}
Vai me dar proteçao,}(2x)
Ele tem a beleza, Ele tem a certeza,
E para me guardar, Ele tem o leão,
Se seus filhos lhe chamam,Xango,
Salve o sol e a lua, Pode ter a certeza,
Que a vitoria e sua, Kao,salve meu pai Xango,
E em todo terreiro ele e paoi justiceiro!(2x)


Meu pai Xango olhai seu filhos,}
Pois eu tbm sou filho seu!}(2x)
Seu Agodo,Yemanja Soba,Yemanja Soba.(2x)

XANGÔ, meu pai na UMBANDA
vem de aruanda ele é meu ORIXÁ
no alto de uma pedreira
ele faz justiça pra seus filhos ajudar – bís


XANGÔ na sua aldeia, não há maldade
só o amor pode reinar, tu me ensinaste
a fazer a caridade,
e pela terra a UMBANDA exaltar


Meu pai com sua machada ele não ataca
é só para me guardar
e no seu livro, ele escreve o meu destino
meu pai XANGÔ, ilumina meu caminho

Ele é XANGÔ, caô, caô
vencedor de demandas, ele é meu protetor – bís


Eram dez horas qundo o sino tocou, lá na macaia cidade da Jurema
Eram dez horas qundo o sino tocou, com licença de Zambi, saravá, pai Xangô
com licença de Zambi saravá pai Xangô.


Xangô é rei é Orixá
Rei da justiça
Equilibra esse conga
Xangô é rei é Orixá
Rei da justiça
Equilibra esse conga
Rei das pedreiras
Senhor do trovão
Pai Xangô
Vem de Aruanda
Com seu machado na mão


Óh Lua vem clarear
Aonde o meu pai morou
Óh Lua vem clarear
Aonde o meu Pai morou
Nas cachoeiras, nas pedreiras, lá nas matas
Ele é o Rei
Seu nome é Pai Xangô
Nas cachoeiras, nas pedreiras, lá nas matas
Ele é o Rei
Seu nome é Pai Xangô


Xangô é tá, minarara,rauê
Xangô e tá, me ajuda a vencer (bis).
Xangô me da o que comer,
Xangô me da o que beber,
Xangô me da uma casa, pra mim morar com você,
Xangô é tá, m
inarara,rauê
Xangô e tá, me ajuda a vencer (bis)






Paz Amor e Harmonia 
Emidio de Ogum 
http://espadadeogum.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não somos donos da verdade, mas sim contribuintes a boa divulgação dos ensinamentos da Umbanda, caso tenha algo para acrescentar ou corrigir envie para nós.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Leia o Blog e Ouça este lindo Hino dos Orixás

Histórias dos Mestres

Aqui nosso E Mail mande sugestôes - espadadeogum@gmail.com

Pai Oxalá

Jesus

Conselheiros dos Guerreiros do Axé

Conselheiros dos Guerreiros do Axé
Pai Leonardo e Pai Emidio de Ogum

Rubens Saraceni e Leo das Pedreiras

Rubens Saraceni e Leo das Pedreiras
Pai Leo das Pedreiras

Eterno Mestre

Eterno Mestre
Este senhor ensinou a humildade e nunca usar um dom para ganhar algo em troca.

Mais de 10 milhões de Visitantes - Que nosso Pai Ogum ilumine seus caminhos

Pomba Gira

Oração de São Francisco por Maria Bethania

São Francisco

Oração a São Francisco