Páginas

Seja um seguidor e receba nosso axé

Pesquisar assuntos deste blog

Leia também neste site

terça-feira, 22 de junho de 2010

Desencarnados o porque segundo a Umbanda

DESENCARNE


Queridos irmãos

Que a paz de Oxalá esteja com todos

A postagem de hoje irmãos é um pouco complexa,o que encontrarmos no nosso desencarne?Será que existe um paraíso com nuvens e campos floridos,um inferno onde há labaredas, trevas ou até um umbral onde pessam lá esperam seu julgamento divino.
Uma vez li um livro fininho muito interessante chama-se " "Ele" meu amigo espiritual ou O encapuzado" de Luiz Carlos Carneiro, e neste livro um espírito vai até o inferno, e no caminho ele sente muita dor e seus pés queimarem e ele diz que não pode continuar, e o espírito fala que ele nem perto está do inferno é apenas a mente dele produzindo, e muitos desistem ou pedem perdão sem ao menos chegar a esse tal inferno.
No filme " Amor além da vida" do Robbin Willians, o personagem morre e descobre que vive num mundo que sua mente mesmo construiu e ele pode tudo, mas está sujeito a megulhar no mundo que outro espirito possa ter criado.
Acho muito interessante este tema pois acredito nesta teoria somos o que riámos como a própria psicanálise disse, o louco vive em seu mundo paralelo, nós quando desencarnamos vivemos o que queremos, tomamos a forma que queremos, pois espírito não tem forma é energia, ele pode se transmutar no que quiser.
Uma pessoa sofredora conturbada em seu desencarne não conseguirá viver nem ambienta tranquilo pois sua mente projeta aquela situação como verdadeira, outro que não aceitam seu desencarne vivem anos a fio acreditando que ainda estão vivos prova disso o livro de Rubens Saracenni "O Guardião da Meia Noite".
Já um espírito elucidado, consciente e bem aventurado projetará para sua eternidae um ambiente parecido com o paraíso como nos diziam nossos avós.
Já o umbral é o famoso "aqui se faz aqui se paga", o umbral nada mais é que nossa vida o resgate de nossas faltas são feitas aqui mesmo neste plano e não num plano paralelo.
Outra literatura a ser lembrada é o "Livro dos Espíritos" que no capítulo 2 do quarto livro:

1.011. Um lugar circunscrito no Universo está destinado às penas e aos gozos dos Espíritos, segundo os seus méritos?
-- Já respondemos a essa pergunta. As penas e os gozos são inerentes ao grau de perfeição do Espírito. Cada um traz em si mesmo o princípio de sua própria felicidade ou infelicidade. E como eles estão por toda parte, nenhum lugar circunscrito ou fechado se destina a uns ou a outros. Quanto aos Espíritos encarnados, são mais ou menos felizes ou infelizes segundo o grau de evolução do mundo que habitam.

1.012. De acordo com isso o Inferno e o Paraíso não existiriam como os homens os representam?
-- Não são mais do que figuras; os Espíritos felizes e infelizes estão por toda parte. Entretanto, como já o dissemos também, os Espíritos da mesma ordem se reúnem por simpatia. Mas podem reunir-se onde quiserem, quando perfeitos.
A localização absoluta dos lugares de penas e de recompensas só existe na imaginação dos homens. Provém da sua tendência de materializar e circunscrever as coisas cuja natureza infinita não podem compreender.

1.013. O que se deve entender por Purgatório?
-- Dores físicas e morais: é o tempo da expiação. É quase sempre na Terra que fazeis o vosso purgatório e que Deus vos faz expiar as vossas faltas.
Aquilo que o homem chama Purgatório é também uma figura pela qual se deve entender, não algum lugar determinado, mas o estado dos Espíritos imperfeitos que estão em expiação até à purificação completa que deve elevá-los ao plano dos Espíritos felizes. Operando-se a purificação nas encarnações, o purgatório consiste nas provas da vida corpórea.
 Autor Leo Del Pezzo


Paz Amor e Harmonia
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não somos donos da verdade, mas sim contribuintes a boa divulgação dos ensinamentos da Umbanda, caso tenha algo para acrescentar ou corrigir envie para nós.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Leia o Blog e Ouça este lindo Hino dos Orixás

Histórias dos Mestres

Aqui nosso E Mail mande sugestôes - espadadeogum@gmail.com

Pai Oxalá

Jesus

Conselheiros dos Guerreiros do Axé

Conselheiros dos Guerreiros do Axé
Pai Leonardo e Pai Emidio de Ogum

Rubens Saraceni e Leo das Pedreiras

Rubens Saraceni e Leo das Pedreiras
Pai Leo das Pedreiras

Eterno Mestre

Eterno Mestre
Este senhor ensinou a humildade e nunca usar um dom para ganhar algo em troca.

Mais de 10 milhões de Visitantes - Que nosso Pai Ogum ilumine seus caminhos

Pomba Gira

Oração de São Francisco por Maria Bethania

São Francisco

Oração a São Francisco