Páginas

Seja um seguidor e receba nosso axé

Pesquisar assuntos deste blog

Leia também neste site

domingo, 7 de novembro de 2010

Grande Arquiteto do Universo é Oxalá

Grande Arquiteto do Universo, como diz, é Deus, é Oxalá e é todos nomes que queiram chama-lo, é sobretudo nosso Pai maior, não importa a religião ou o nome de nosso Pai, o importante é acreditar na sua existência e também seguir suas palavras contidas nos livros ou nas palavras dos profetas por ele enviado a nós, todos podemos ser pastores desses rebanhos, sacerdotes que cultivam a semente do amor a Deus.


Para ser maçom, é preciso primeiramente acreditar em Deus, não importando sua religião, pois a maçonaria não é uma religião, maçonaria é a celebração da Liberdade, igualdade e Fraternidade, ser um maçom é ser livre e de bons costumes, a religião será sempre uma porta para a entrada de Deus no seu coração, mas de nada adianta ser religioso ou mesmo maçom, somente para dizer por ai que você é uma pessoa diferente delas, ser religioso é ser um temente a Deus, é ser um filho dedicado, é cultivar o amor, e ser sacerdote é plantar o amor nos corações dos filhos de Deus.


Sobre a Palavra 


Grande Arquiteto do Universo (G A D U ), é o têrmo utilizado pelos maçons para designar a Divindade Suprema. Esse termo é um conceito criado pelos maçons espiritualistas do século XVIII, que fizeram a transposição da Maçonaria operativa para a especulativa.


      Isso significa enxergar Deus como uma Entidade que “pensa” o universo e entrega a sua construção para anjos e homens como seus delegados. Dessa forma, os anjos são os mestres (chamados demiurgos) e os homens são os operários (obreiros). Essa é uma concepção derivada dos ensinamentos da Cabala e da Gnose cristã, e foi introduzida na Maçonaria pelos chamados “pensadores rosa-crucianos”, que em fins do século XVII ingressaram na Ordem como “maçons aceitos”.
     Esse conceito integra a noção de Deus como autor do universo ( Supremo Arquiteto) e as tradições dos antigos construtores medievais, que viam nas igrejas por eles construídas verdadeiras réplicas do cosmo.(3) Essa concepção também está fundamentada na Biblia, através da construção do Templo de Salomão, que segundo os maçons medievais, teria sido construido com instruções ditadas por Deus ao rei Salomão e seu arquiteto Hiram Abbif. Essa sabedoria secreta, conhecida somente por Salomão, Hiram e Adonirã (encarregado das obras), estaria contida na geometria, nos simbolos, nos adereços e nas formas arquiteturais daquele Templo.
     Além da sabedoria secreta contida na Arquitetura, haveria também um outro segredo que o G A  D U segredou somente à Moisés. Esse segredo se destinaria  à construção de uma sociedade perfeita ( O reino de Deus na terra, que seria a nação de Israel) e ao  aperfeiçoamento do caráter do homem, para que este pudesse recuperar o estado de perfeição que possuia antes da queda. 
     Esta sabedoria estaria contida nos cinco livros da Torá, de forma camuflada em nomes, acontecimentos, números e parábolas.
     Moisés escreveu as leis e os mandamentos que o povo deveria seguir, mas o verdadeiro significado daqueles mandamentos e dos rituais que ele prescreveu ao povo de Israel, constituia uma sabedoria secreta que ele transmitiu de forma oral aos mestres de Israel.(6)
     Mais tarde, os sábios de Israel a desenvolveram nos ensinamentos da Cabala e nos comentários do Talmud. Os filósofos do cristianismo místico a completaram com os ensinamentos de Jesus, e como resultado dessa interação nós temos hoje a doutrina conhecida como Gnose.
      Segundo a tradição esotérica, a Cabala teria sido instituída pelo G A D U  como forma de comunicação entre os anjos. Era, portanto, uma espécie de linguagem utilizada pela primeira criação divina, antes mesmo Dele pensar em criar a humanidade. 
      Segundo os ensinamentos da Cabala, antes de Deus fazer o homem, os anjos formavam uma espécie de Irmandade, ou escola teosófica, sediada no Éden, chamada Fraternidade dos Elohins. Depois da queda, alguns desses anjos a ensinaram aos homens para que estes pudessem interpretar a linguagem divina e conhecer a verdadeira vontade de Deus, e assim poder voltar, um dia, ao estado de beatitude e perfeição que possuíam antes da queda.
       Somente alguns poucos homens, em cada geração, receberam esse conhecimento. Entre eles, Adão e seu filho Seth, que a passaram aos seus descendentes Enoque, Noé e Abraão. Essa lenda é desenvolvida na Maçonaria dos graus superiores como representação pictórica e simbólica da transmissão da sabedoria aos homens. Na verdade, trata-se da explicação de como o processo de aquisição da consciência por parte do ser humano aconteceu, e como ele se desenvolveu ao longo do tempo.  É uma alegoria de profundo conteúdo esotérico, mas que também se apoia em trabalhos científicos de muito respeito.

Paz Amor e Harmonia
Emidio de Ogum:.
http://espadadeogum.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não somos donos da verdade, mas sim contribuintes a boa divulgação dos ensinamentos da Umbanda, caso tenha algo para acrescentar ou corrigir envie para nós.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Leia o Blog e Ouça este lindo Hino dos Orixás

Histórias dos Mestres

Aqui nosso E Mail mande sugestôes - espadadeogum@gmail.com

Pai Oxalá

Jesus

Conselheiros dos Guerreiros do Axé

Conselheiros dos Guerreiros do Axé
Pai Leonardo e Pai Emidio de Ogum

Rubens Saraceni e Leo das Pedreiras

Rubens Saraceni e Leo das Pedreiras
Pai Leo das Pedreiras

Eterno Mestre

Eterno Mestre
Este senhor ensinou a humildade e nunca usar um dom para ganhar algo em troca.

Mais de 10 milhões de Visitantes - Que nosso Pai Ogum ilumine seus caminhos

Pomba Gira

Oração de São Francisco por Maria Bethania

São Francisco

Oração a São Francisco