Páginas

Seja um seguidor e receba nosso axé

Pesquisar assuntos deste blog

Leia também neste site

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Egbomi - Iyawo - Yao - Lao puro amor no Candomblé



ìyàwó, Iyawô, Yao ou Iaô palavra de origem yoruba, é a denominação dos filhos-de-santo já iniciados na Feitura de santo, que ainda não completaram o período de 7 anos da iniciação. Só após a obrigação de 7 anos ele se tornará um Egbomi (irmão mais velho). Antes da iniciação são chamados de abíyàn ou abian.
A pessoa passa a ser um Iaô após um período de vinte e um dias, recolhida no roncó (clausura), quarto específico e apropriado para se fazer iniciações e obrigações, e passar por todos os preceitos necessários para ser um iniciado.
É durante os sete anos, que a pessoa vai aprender as rezas, as cantigas, os preceitos, os segredos só confiados aos iniciados do Candomblé.

Egbomi, ebonme ou ebome refere-se à pessoa do Candomblé que já cumpriu o período de iniciação (Iaô) na feitura de santo, já tendo feito a obrigação de sete anos "odu ejé".
Essa denominação é dada tanto as pessoas que receberam o cargo oyê, tornando-se uma iyalorixá ou Babalorixá que irão abrir um novo ile axé, como as que não receberam esse cargo e continuarão na casa onde foram iniciados ou em outro ile axé, sem ser iyalorixá ou babalorixá.




O início, o meio e a continuação, posto que o Axé, nunca acaba, se renova, se refaz, com ejó ou lorogum, não de desfaz!
Nasce, cria, cresce, axexê, sucessão, posse, engravida, pari, nesce, cria, cresce, filha, mãe e sempre filha.
O Candomblé é isso e não só isso. Portanto é melhor que saibamos desde sempre: ninguém entra pra sair, nem deixa de entrar pra não sair. Sendo religião de escolhidos, a cada um é dado o peso e as responsabilidades que suporta, o caminho e o benefícios que merece, o amor e o desamor que apetece. 
Chão, apoti, cadeira. Cada um a seu tempo, cada tempo com sua espera, cada espera com a delícia, não de viver, mas de SER cada fase. Senão, melhor levantar, tirar o ojá, calçar os sapatos, andar de salto e ser o que convém e não o que lhe veio.


Que a Divina Luz esteja entre nós
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com
RECOMENDE AQUI ESTE ARTIGO NO BOTÃO +1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não somos donos da verdade, mas sim contribuintes a boa divulgação dos ensinamentos da Umbanda, caso tenha algo para acrescentar ou corrigir envie para nós.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Leia o Blog e Ouça este lindo Hino dos Orixás

Histórias dos Mestres

Aqui nosso E Mail mande sugestôes - espadadeogum@gmail.com

Pai Oxalá

Jesus

Conselheiros dos Guerreiros do Axé

Conselheiros dos Guerreiros do Axé
Pai Leonardo e Pai Emidio de Ogum

Rubens Saraceni e Leo das Pedreiras

Rubens Saraceni e Leo das Pedreiras
Pai Leo das Pedreiras

Eterno Mestre

Eterno Mestre
Este senhor ensinou a humildade e nunca usar um dom para ganhar algo em troca.

Mais de 10 milhões de Visitantes - Que nosso Pai Ogum ilumine seus caminhos

Pomba Gira

Oração de São Francisco por Maria Bethania

São Francisco

Oração a São Francisco