Páginas

Seja um seguidor e receba nosso axé

Pesquisar assuntos deste blog

Leia também neste site

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Ciganos e Santa Sara Kali


SANTA SARA KALI

Santa Sara kali ou Sainte Marie de la Mer foi parteira de Maria e por isso Jesus a teria em alta estima.
Conta à lenda que Maria Madalena, Maria Jacobé, Maria Salomé e Jose de Arimatéia, Trofino, junto com Sara foram atirados ao mar por judeus em um barco sem remos nem provisões.

Sara teria pedido a Jesus que os salvasse, prometendo a ele que se os salvassem, passaria o resto de seus dias com a cabeça coberta por um lenço (diklô).
Milagrosamente foram salvos chegando a Saintes Marie onde dizem terem sido ajudados por um grupo de ciganos, razão pela qual se pode explicar porque os ciganos a elegeram como sua protetora, já que não se sabe ao certo o porquê.

A história de Santa Sara está ligada ao culto às Virgens Negras (Kali em em sânscrito significa negra). Sara era de origem egípcia, provavelmente vivia como escrava de Maria. Sua imagem encontra-se na igreja de Saint Michel, na cidade de Saint Marie de la Mér, na foz do rio Ródano, região da Provença, sul da França.

Santa Sara é a protetora da Maternidade, auxiliando mulheres com dificuldade de engravidar. Os dias 24 e 25 de maio são dedicados a sua festa por ciganos em todo o mundo, onde sua imagem é levada ao mar e lavada, abençoando o mar, a terra e os ciganos.

Os Ciganos

Acredita-se que os ciganos tenham se originado do continente indiano, espalhando-se pela Europa principalmente na Hungria, Romênia, Bulgária, Turquia e Áustria. A língua dos ciganos é o romanês, idioma muito próximo às línguas indo-arianas. O povo Rom (ciganos) é nômade. Eles não criam apego aos lugares, criando sua própria cultura e passando de geração para geração por meio da linguagem.

É um povo fechado e com muitas tradições como o casamento cigano.
Esse casamento preferencialmente deve ser fito com alguma pessoa do próprio clã embora seja permitido um cigano casar-se com uma gadji (mulher não cigana). Cabe a mulher não cigana familiarizar-se com as tradições (na tradição cigana os noivos costumam cortar os pulsos com punhais, selando a união com sangue).

É comum o dote, ou seja, a doação de jóias e dinheiro por parte dos pais, para que o casal tenha condições de começar a vida. A festa costuma durar dias, donde a comida, bebida, música e dança são obrigatórias.
Após a cerimônia acontece a núpcias do casal onde a virgindade da noiva é confirmada ao grupo estendendo o lençol manchado do sangue.
O homem tem grande importância dentro do grupo cabendo a ele garantir o sustento da família (normalmente são comerciantes, amestrador de animais, ferreiros).

Cabe a mulher garantir a procriação da família. Durante a gravidez a mulher tem um trato especial no qual o clã evita qualquer aborrecimento durante esse período. O nascimento dos filhos é outro momento de destaque na vida dos ciganos. A criança é recebida com muita festa. O primeiro banho do bebê é um grande ritual onde ela é banhada com as jóias da família, mel, vinho, flores para que a criança tenha uma vida próspera. O primeiro nome da criança é um segredo que somente a mãe sabe, pois este nome é falado junto à orelha da criança. Essa tradição se deve ao fato dos ciganos acreditarem que entidades maléficas chamam as crianças pelo nome e elas atendem.

Ninguém saber o verdadeiro nome da criança é tido como uma forma de afastar a negatividade. Os ciganos são muito alegres e suas festas costumam durar dias. A presença da música é obrigatória. Geralmente os homens tocam seus violinos e sanfonas e as mulheres acompanham com seus pandeiros e palmas ritmadas.
A fogueira faz-se presente em quase todos os festejos, pois acreditam que ela traga energias positivas.

O povo cigano é muito ligado à natureza. O sol e a lua são importantes em seus costumes e são marcados pelo contato com a terra e a chuva.
A morte para o cigano é encarada como uma passagem para um mundo melhor, por isso é dada uma festa onde se prepara os alimentos que a pessoa mais gostava.
Os ciganos respeitam muito as pessoas mais velhas por considerarem que os anos lhes trazem conhecimento. Os mais idosos costumam ser conselheiros do grupo.
Não há uma religião específica, geralmente os ciganos consideram Santa Sarakali como sua protetora.

OS CIGANOS NA ESPIRITUALIDADE

Os espíritos ciganos atuam dentro do Umbanda onde possuem um ritual específico e diferenciado das demais entidades. São espíritos de luz, portanto devem ser diferenciados dos exus ciganos e pomba-gira ciganas.

Seus rituais são alegres, festivos, onde são utilizadas flores, frutas, velas coloridas. Possuem o dom da magia e costumam trabalhar com diversos oráculos. Preferem músicas ao som dos atabaques, habituando-se a beber licores, fumar cigarros aromatizados, comerem carne assada, frutas e doces.

As ciganas gostam de roupas coloridas, anéis e pulseiras douradas, pandeiros com fitas coloridas. Os homens geralmente usam botas, calças, camisas e coletes, também com cores chamativas. Não gostam muito da cor preta e a evitam.
OS ORÁCULOS E OS CIGANOS

Os ciganos têm a tradição de ler a sorte. Para isso usam seus dons e os aprendizados que foram passados pela oralidade de geração a geração.

A quiromancia (leitura das linhas das mãos) é habitual das mulheres ciganas, sendo aprendida desde criança. Usam também a cartomancia e podemos ver ciganos utilizando objetos simples do cotidiano que podem ser levados a qualquer local.

Outros oráculos utilizados pelos ciganos:

> Piromancia: leitura da sorte na chama da vela.

> Dadomancia: leitura da sorte nos dados.

> Acutomancia: previsões por meio de agulhas.

> Jogo de sementes: alguns ciganos homens costumam fazer analises por meio de caroços de frutas.

> Bola de cristal: utilizada geralmente por mulheres como clarividência. Elas se concentram e conseguem visualizar imagens do presente e futuro na bola de cristal.

> Cafeomancia: análise da borra de café.

> Jogo das patacas: jogado por homens e mulheres que utilizam as moedas como meio de prever e orientar.

> Cristalomancia: adivinhação por pedras preciosas (cristais).

> Ceromancia: análise feita por meio de cera quente, pingada sobre uma superfície seca ou com água.


Axé a todos
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não somos donos da verdade, mas sim contribuintes a boa divulgação dos ensinamentos da Umbanda, caso tenha algo para acrescentar ou corrigir envie para nós.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Leia o Blog e Ouça este lindo Hino dos Orixás

Histórias dos Mestres

Aqui nosso E Mail mande sugestôes - espadadeogum@gmail.com

Pai Oxalá

Jesus

Conselheiros dos Guerreiros do Axé

Conselheiros dos Guerreiros do Axé
Pai Leonardo e Pai Emidio de Ogum

Rubens Saraceni e Leo das Pedreiras

Rubens Saraceni e Leo das Pedreiras
Pai Leo das Pedreiras

Eterno Mestre

Eterno Mestre
Este senhor ensinou a humildade e nunca usar um dom para ganhar algo em troca.

Mais de 10 milhões de Visitantes - Que nosso Pai Ogum ilumine seus caminhos

Pomba Gira

Oração de São Francisco por Maria Bethania

São Francisco

Oração a São Francisco