Páginas

Seja um seguidor e receba nosso axé

Pesquisar assuntos deste blog

Leia também neste site

quinta-feira, 4 de março de 2010

XANGÔ KAÔ XANGÔ ALAFIM XANGÔ ALUFAM XANGÔ AGODÔ XANGÔ AGANJU XANGÔ ABOMI XANGÔ DJACUTÁ



Na natureza qualquer energia só pode ser transformada se houver motivo justo para isso. É necessário que uma força chamada justiça atue para que seja dado o arranque na força da transformação. É a força da justiça que coordena toda a lei cármica que afere o nosso estado espiritual, ou seja, ajusta o padrão energético que é revelado nas formas e emanações da luz espiritual. É ainda chamada de força dirigente da alma e movimento de vibração da energia oculta.
XANGÔ é o fogo latente na pedra, e ao mesmo tempo, a própria pedra em que se buscam os seus atributos que são: rigidez, implacabilidade e estabilidade. Isto equivale  a dizer  que:
- não cede nem à flexão e nem à pressão
- julga de forma severa
- e finalmente estabelece a ordem tranqüilizadora
Portanto esta vibração nos adverte que sua presença é necessária para que haja a verdadeira estabilidade e fortalecimento na alma, individual e universal.
Os símbolos que identificam esta falange são os machados de duplo corte, que significa a alma em busca de equilíbrio, e a balança que significa a justiça de OXALÁ. Esses símbolos carregam a força e o poder.
XANGÔ representa para o homem o SEGUNDO RAIO CÓSMICO - A SABEDORIA, que rege o chacra cardíaco.
O significado mágico do seu nome está na formação da palavra

XA = Senhor, Dirigente;
ANGÔ = AG + NO = Fogo Oculto
GÔ = Raio, Alma
Portanto, XANGÔ, equivale a SENHOR DO FOGO OCULTO, SENHOR OU DIRIGENTE DA CENTELHA DIVINA (a centelha que inicia o fogo).
É sobre esta linha de força espiritual que se agrupam todos os espíritos que coordenam a lei de causa e efeito, decorrente da lei cármica como alicerce do mundo, e se manifestam na forma de caboclos, mesmo com suas origens sejam orientais.

Suas LEGIÕES :

1.XANGÔ KAÔ
2.XANGÔ ALAFIM
3.XANGÔ ALUFAM
4.XANGÔ AGODÔ
5.XANGÔ AGANJU
6.XANGÔ ABOMI
7.XANGÔ DJACUTÁ
 
Ervas para banho - manjericão roxo, folhas e fruto de romã, cavalinha, levante, guiné, folhas e fruto da ameixeira, folhas de alecrim do campo, folhas de limão, folhas de mangueira, folhas da goiabeira, folhas de uva, folhas de beterraba, babosa, guiné, levante, lírio, violeta, folhas da ameixeira, etc.
Amaci - água de mina, levante, manjericão roxo, cravos brancos.
Cor das Guias e Velas - marrom e branco, guia de pedras roladas (mocam).
Saudação - CAÔ CABECILE!
Planeta Regente - Júpiter
Arcanjo - Arcanjo Saquiel
Data de Comemoração - Conforme Vibração
Dia da Semana - Quinta-feira
Representa para o ser humano o segundo raio cósmico -
Cor Vibratória - marrom / branco
Chácra correspondente - Cardíaco
Pedra correspondente - Topázio
Local para oferendas ou encontro vibracional - conforme a vibração
Ponto Cabalístico ou Ponto Riscado -
Sincretismo -
  • SÃO JERÔNIMO XANGÔ KAÔ, é o principal e mais cultuado como dirigente desta linha. Saudação em 30/09
  • SÃO PAULO - XANGÔ ALAFIM saudação em 29/06
  • SÃO PEDRO - XANGÔ ALUFAM saudação em 29/06
  • SÃO JOÃO BATISTA - XANGÔ AGODÔ saudação em 24/06
  • SÃO JOAQUIM - XANGÔ AGANJU saudação em 26/07
  • SANTO AGOSTINHO - XANGÔ ABOMI saudação em 28/08
  • SÃO TIAGO - XANGÔ DJACUTÁsaudação em 25/07

  1. Xangô Kaô = São Jerônimo em 30/09
    Também conhecido como Xangô Velho. Vibra na cor marrom escuro, simbolizando a pedra antiga na qual foi assentada a justiça, evidenciando a sabedoria que só o tempo e a experiência coroam. Ele atua na pedreira sobre a qual está assentado o campo florido que recebe as obrigações de Oxalá. O material normalmente usado em suas obrigações consta de pano marrom com bordas brancas, vela marrom, charutos, cerveja preta, lírios ou rosas brancas.


  2. Xangô Alafim - Echê = São Paulo em 29/06
    Esta legião trabalha nas pedras solitárias dos caminhos ou das matas que servem de assento a viajantes ou caçadores cansados, como os convidando à meditação que leva a sabedoria na busca de soluções para os impasses da vida. Suas vibrações auxiliam oradores, intelectuais, juristas e juízes, pois defendem integralmente a pureza moral. Aceitam obrigações nas pedras solitárias e suas cores vibratórias são o marrom e branco, o material utilizado e semelhante ao de Xangô Kaô.




  3. Xangô Alufam = São Pedro em 29/06
    Esta legião trabalha nas pedras dos rios, dos mares, cachoeiras, lagos e fontes. Xangô Alufam é considerado o protetor dos pescadores e responsável pela diretriz dos desencarnados, pois possuem as chaves do céu. Vibra nas cores brancas e marrons, simbolizando a água e a pedra. Aceita obrigações em todas as pedras que estejam em contato com a água.



  4. Xangô Agodô = São João Batista em 24/06
    Legião dos caboclos que trabalham nas pedras e que estão dentro dos rios, nos seixos rolados, nas pedras iniciáticas e na pedra batismal. Aceita obrigações nas pedras dos rios, sendo utilizados os mesmos materiais que os anteriores, normalmente utilizando pano branco com bordas brancas bem largas.



  5. Xangô Aganjú = São Joaquim avô de Jesus em 26/07
    Esta legião trabalha na pedra da cachoeira, simbolizando a harmonia entre o amor e a justiça. Ou entre as esposas Oxum e o marido Xangô, ou ainda a harmonia conjugal, que abençoa a família. Aceita obrigações na pedra da cachoeira, o material utilizado é semelhante aos anteriores acrescentando-se a presença da vela azul escuro para Oxum.



  6. Xangô Abomi = Santo Agostinho em 28/08
    É a legião de caboclos que trabalham nas montanhas de pedra ou cadeias de montanhas interligadas, serras, etc. Sua força é muito solicitada nas horas de aflição, quando se perde algo, além de proteger o casamento. Quando se pede a proteção para o casamento, assenta-se uma vela azul claro oferecida a Yemanjá, além do material utilizado para as obrigações anteriores.




  7. Xangô Djacutá = São Tiago em 25/07
    É a legião mais conhecida como a do Deus Trovão e Senhor dos Raios, Coriscos e Meterioritos. Djacutá também significa pedra. É o comandante dos caboclos que trabalham na pedra do raio, simbolizando a justiça que vem do alto, ou seja, a justiça cósmica que vem do Deus Criador. Sua força é muito solicitada nas horas de aflição causadas por injustiças provocadas por outras pessoas. Aceita obrigações é semelhante ao de Xangô Kaô, incluindo-se uma vela branca oferecida ao Orixá Tempo.
Alguns assentamentos para Xangô podem conter quiabo batido com azeite de oliva, mamão com mel, dependendo da entidade que solicita e a direção de trabalho. Após alguns anos, dependendo da evolução de trabalho, o caboclo de Xangô pede camélia branca, para fortalecimento dos laços vibratórios.
Outro símbolo de Xangô é a estrela de seis pontas, associada com a sabedoria de Salomão.


Axé a todos Irmãos de Fé
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não somos donos da verdade, mas sim contribuintes a boa divulgação dos ensinamentos da Umbanda, caso tenha algo para acrescentar ou corrigir envie para nós.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Leia o Blog e Ouça este lindo Hino dos Orixás

Histórias dos Mestres

Aqui nosso E Mail mande sugestôes - espadadeogum@gmail.com

Pai Oxalá

Jesus

Conselheiros dos Guerreiros do Axé

Conselheiros dos Guerreiros do Axé
Pai Leonardo e Pai Emidio de Ogum

Rubens Saraceni e Leo das Pedreiras

Rubens Saraceni e Leo das Pedreiras
Pai Leo das Pedreiras

Eterno Mestre

Eterno Mestre
Este senhor ensinou a humildade e nunca usar um dom para ganhar algo em troca.

Mais de 10 milhões de Visitantes - Que nosso Pai Ogum ilumine seus caminhos

Pomba Gira

Oração de São Francisco por Maria Bethania

São Francisco

Oração a São Francisco