Páginas

Seja um seguidor e receba nosso axé

Pesquisar assuntos deste blog

Leia também neste site

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Orixá de Janeiro Oxossi



JANEIRO FESTA DE OXÓSSI.


Dia 20 de janeiro é o dia festivo de Oxóssi e toda falange dos Caboclos, abrindo o ano, este Orixá, traz todos os pedidos e efetua a guarda no ano que se inicia, abrindo os portais dos elementos, ou seja iniciamos com o elemento ar, também este Orixá é o padroeiro do Rio de Janeiro, ao qual seu sincretismo esta em São Sebastião.
São Sebastião é sincretizado com a figura de Oxossi na Umbanda. Oxossi é o caçador por excelência, mas sua busca visa o conhecimento. Logo, é o cientista e o doutrinador, que traz o alimento da fé e o saber aos espíritos fragilizados tanto nos aspectos da fé quanto do saber religioso.
Segundo a mitologia africana, Oxossi largou toda a sua tribo e foi viver sozinho na mata, se alimentando de tudo aquilo que a natureza lhe dava em estado bruto. Para sobreviver, ele teria que caçar sua própria comida. Por isso em algumas regiões da África ele é conhecido como “Odé” (termo Iorubá que quer dizer “caçador”). Oxossi representa o homem impondo sua marca sobre o mundo selvagem, nele intervindo para sobreviver, mas sem alterá-lo.
Okê, Caboclo – Na Umbanda, a figura de Oxossi também está muito ligada aos Caboclos. Originalmente a palavra Caboclo significa mestiço de Branco com Índio. Mas na percepção umbandista, refere-se aos povos que em épocas remotas habitaram diversas partes do planeta, como civilizações aparentemente primitivas, mas na realidade de grande sabedoria. Todos os Caboclos são falangeiros de Oxossi, porém em nossa concepção, compreendemos que eles possuem vibrações originais variantes, podendo se apresentar também sob a irradiação de Ogum, Xangô, Iemanjá ou Oxum.
Ainda na linha de Caboclos, identificamos os Boiadeiros, uma manifestação de espíritos daqueles que foram muito acostumados à terra de chão, à vida selvagem do homem do campo. Um Boiadeiro traz consigo as lições de um tempo onde o respeito aos mais velhos e à natureza, à família e aos animais, enfim, a boa educação e bons costumes falavam mais alto e faziam muito mais diferença do que nos dias de hoje.
Falar em Oxossi, Caboclos ou Boiadeiros na Umbanda, é fazer menção a todos eles que, com denominações diversas, atuam em nossos terreiros com humildade, como muito bem recomenda a espiritualidade.

Suas velas são as verdes e as brancas.
Seu elemento é o Ar.
Sua cor é o verde.
Seu habitat é as matas e florestas
Entregas com flores, frutas são bem vindas.

Que a Divina Luz esteja entre nós 
Emidio de Ogum 
http://espadadeogum.blogspot.com 
RECOMENDE AQUI ESTE ARTIGO NO BOTÃO +1

Leia o Blog e Ouça este lindo Hino dos Orixás

Histórias dos Mestres

Aqui nosso E Mail mande sugestôes - espadadeogum@gmail.com

Pai Oxalá

Jesus

Conselheiros dos Guerreiros do Axé

Conselheiros dos Guerreiros do Axé
Pai Leonardo e Pai Emidio de Ogum

Rubens Saraceni e Leo das Pedreiras

Rubens Saraceni e Leo das Pedreiras
Pai Leo das Pedreiras

Eterno Mestre

Eterno Mestre
Este senhor ensinou a humildade e nunca usar um dom para ganhar algo em troca.

Mais de 10 milhões de Visitantes - Que nosso Pai Ogum ilumine seus caminhos

Pomba Gira

Oração de São Francisco por Maria Bethania

São Francisco

Oração a São Francisco