Páginas

Seja um seguidor e receba nosso axé

Pesquisar assuntos deste blog

Leia também neste site

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Yorimá e os pretos Velhos



YORIMÁ É A POTÊNCIA DA PALAVRA DA LEI. É A FORÇA DA SABEDORIA EM DOMÍNIO SOBRE A MAGIA.
Entre a cachoeira e mar existe uma energia que se vai avolumando e adquirindo mais força á medida que se aproxima do mar, para então fazer parte dele. É como a vida adulta da criatura humana que se armazenando conhecimentos a partir da infância, adquirindo experiência pela vivência, até passar para outra vida e deixar registrada a sua bagagem experimental. Quando muda de uma vida para outra, toda a bagagem ou experiência adquirida se transforma em sabedoria. A transformação da experiência é a energia da sabedoria. Esta energia é YORIMÁ, potência iluminada da lei que rege a vida.
Significado mágico
YO= vitalidade saindo da luz ou da energia, potência, princípio, ordem;
RI= rei ou potência maior manifestando-se, iluminação, iluminado e
MA= lei

YORIMÁ, é uma linha que, através do amor, da compreensão e da humildade, consola os aflitos, reanima os fracos e valoriza o sofrimento humano como fundamento da transformação que conduzirá à felicidade eterna. É a linha dos PRETOS VELHOS.

Suas LEGIÕES :

1.POVO DA COSTA (REI CAMBINDA)
2.POVO DO CONGO (REI CONGO)
3.POVO DE ANGOLA (PAI JOAQUIM)
4.POVO DA GUINÉ (PAI GUINÉ)
5.POVO DE MOÇAMBIQUE (PAI JERÔNIMO)
6.POVO DE LUANDA (PAI JOSÉ)
7.POVO DE BENGALA (PAI TOMÉ)
Ervas para Banho - alfazema, alecrim do campo, erva cidreira, arruda, folha e fruto de café, lágrimas de Nossa Senhora = rosário, qualquer tipo de flor branca.
Amaci - água de mina, alfazema, arruda, cipreste, alecrim, guiné, qualquer tipo de flor branca.
Cor das Guias e Velas - branca e preta, ou lilás.
Saudação - ADOREI AS ALMAS!
Planeta Regente - Saturno
Arcanjo - Arcanjo Cassiel
Sincretismo - São Bento
Data de Comemoração - 13 de Maio
Dia da Semana - Sábado
Cor Vibratória - preto e branco
Representa para o ser humano o quarto raio cósmico - harmonia no conflito
Chácra correspondente - Sacro (Cóccix) ou Básico
Pedra correspondente - Ametista
Local para oferendas ou encontro vibracional - conforme a vibração
Ponto Cabalístico ou Ponto Riscado -

  1. Povo da Costa 
    Legião de espíritos dos negros africanos escravizados que trabalham com a renovação de forças. O sentido de trabalho desta legião é o de enxugar o pranto dos filhos e ajudá-los a caminhar pelo caminho da provação. A transformação se dá na resignação e na coragem para enfrentar a dor e o sofrimento originários de dívidas passadas. Eles cruzam com a vibração de Yemanjá e aceitam em suas obrigações velas roxas, café, rosários feito com contas de lágrimas de Nossa Senhora, pano azul, cigarros de palha, flores em geral, sendo tudo entregue na praia. Sua cor vibratória é o roxo com azul claro.

  2. Povo do Congo
    Legião de espíritos dos negros escravos que trabalham com a força recém-transformada, isto é, com a força pura e nova, no sentido de vencer a dor envolvendo a alegria interior. Eles vibram nas cores preta e branca e aceitam em suas oferendas, velas branca e preta, cigarro de palha, café, flores, de todas as espécies, uma vela cor de rosa, oferecida para as crianças com quem cruzam suas vibrações, sendo tudo entregue em praias e campos floridos.

  3. Povo de Angola 
    Legião de espíritos dos negros escravos que trabalham no fundamento da manutenção da força cósmica e de sua aplicação mística. Sua missão é trazer luz e força para os filhos que ainda estão no cativeiro, como escravos dos vícios, dos erros ou da maldade humana, ajustando-os a sobreviver e vencer o sofrimento pelo de todo misticismo da força, quer através de descontração e sublimação dos valores positivos da criatura humana. Aceitam, em suas obrigações, vela branca e preta, cigarro de palha, jasmim, rosas brancas, café, pano branco com bordas pretas e ervas diversas tais como: manjericão, arruda, guiné, alecrim, alfazema, etc., tudo entregue na mata.
    Muitas vezes esta legião assume unicamente a cor roxa, e neste caso isso representa a inclusão da cor vermelha entre o branco e preto, cuja mistura gera o roxo, tornando-o assim a representação do ponto místico da força suprema
    .

  4. Povo da Guiné 
    Legião dos negros escravos que trabalham na cura de males físicos, através da magia e do conhecimento adquirido através de longos anos de estudos e vivência nas coisas sagradas.
    Aceitam em suas obrigações, vela branca e preta, cigarro de palha, café, flores brancas, pano branco, rosário feito de contas de dendê ou lágrimas-de-nossa-senhora. Trabalham no cruzeiro do cemitério ou no mar.


  5. Povo de Moçambique 
    Legião de espíritos dos negros escravos que trabalham do cativeiro para a liberdade, através da paciência em suportar o cerceamento do direito de liberdade do ser humano (regras sociais que oprimem, separam, e levam aos conflitos).
    Aceitam em suas obrigações, velas roxas, pano roxo, café, cigarro de palha, flores brancas, pedras, em seu campo vibratório que são as pedras da mata ou oratórios construídos na mata.


  6. Povo de Luanda 
    Legião de espíritos dos negros escravos que exigem os trabalhos dentro dos rituais, são combativos e ao mesmo tempo extremamente bondosos, conduzem o trabalho com sabedoria voltada para o combate contra as demandas ou concentrações de energia maléfica oriunda de rituais de baixa magia (ritual que combate ritual).Aceitam em suas obrigações velas nas cores vermelhas, brancas e pretas, ou roxas, alem de cigarro de palha, café, pano branco e flores brancas entregues no cruzeiro do cemitério. A grande força desta legião é a reza (ou engoroci) que normalmente são carregados de muita magia e muita sabedoria.

  7. Povo de Bengala 
    Legião de negros escravos que trabalham com a missão de compreender o que representa para o ser humano a incerteza, a falta de resignação e o sofrimento, pois eles passaram por tudo isso, aqui na Terra. São muito compreensivos com respeito à natureza humana que embora acreditem na força divina, são levados ao erro e ao desespero pelo excesso de amargura. Desenvolvem então uma energia que transmite a paz e a compreensão. além de incentivar a caridade.
    Aceitam em suas obrigações velas brancas e pretas, cigarro de palha, café, flores brancas e pano branco, tudo entregue em colinas floridas.Normalmente usam em seus trabalhos as seguintes ervas principais: arruda, guiné, benjoim, cipreste, alecrim do mato, etc.




Paz Amor e Harmonia
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não somos donos da verdade, mas sim contribuintes a boa divulgação dos ensinamentos da Umbanda, caso tenha algo para acrescentar ou corrigir envie para nós.
Obrigado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Leia o Blog e Ouça este lindo Hino dos Orixás

Histórias dos Mestres

Aqui nosso E Mail mande sugestôes - espadadeogum@gmail.com

Pai Oxalá

Jesus

Conselheiros dos Guerreiros do Axé

Conselheiros dos Guerreiros do Axé
Pai Leonardo e Pai Emidio de Ogum

Rubens Saraceni e Leo das Pedreiras

Rubens Saraceni e Leo das Pedreiras
Pai Leo das Pedreiras

Eterno Mestre

Eterno Mestre
Este senhor ensinou a humildade e nunca usar um dom para ganhar algo em troca.

Mais de 10 milhões de Visitantes - Que nosso Pai Ogum ilumine seus caminhos

Pomba Gira

Oração de São Francisco por Maria Bethania

São Francisco

Oração a São Francisco